Você está aqui
Home > Esportes Radicais > Primeiro dia de J-Bay Open começa com cinco brasileiros classificados para o Round 3

Primeiro dia de J-Bay Open começa com cinco brasileiros classificados para o Round 3

Medina foi quem mais se destacou entre a equipe do Brazilian Storm e luta para assumir o topo do ranking mundial 

image-45-484x267
(Imagem: surfvix.com.br)

Por Simone Saltiel

Com ondas entre 1m e 1,5m e direitas perfeitas, a sexta etapa do WCT teve início nesta quarta-feira (6) no pico de Jeffreys Bay, África do Sul, e cinco surfistas brasileiros já garantiram vaga no Round 3.

O primeiro deles a conquistar a vitória foi Italo Ferreira, que enfrentou em sua bateria o compatriota Miguel Pupo e o australiano Ryan Callinan. A bateria foi nitidamente mais disputada entre os dois brasileiros, enquanto Callinan ficou um pouco apagado. Pupo dominou quase todo o tempo a bateria, mas Italo acabou se dando melhor no final, garantindo sua vaga no Round 3, com uma pontuação de 13,33.

Depois foi a vez de Adriano de Souza conquistar mais uma vitória brasileira. Mineirinho, que demonstrou estar recuperado de uma lesão na coluna, enfrentou os australianos Kai Otton e Josh Kerr. Com uma boa escolha de ondas e dominando a bateria, o atual campeão mundial deixou para trás os dois aussies, e venceu sem sustos, garantindo sua vaga na terceira fase. Sua pontuação foi de 14,76.

Na sequência, Gabriel Medina brilhou em sua bateria contra o havaiano Dusty Payne e o também brasileiro Alex Ribeiro. Sempre muito ativo no mar, Medina surfou um total de dez ondas, mas foi em duas delas que realmente se destacou. Com velocidade, rasgadas e floaters incríveis, o vice-líder do ranking mundial arrancou notas altas dos juízes, garantindo com facilidade a vitória, com vaga direta para o Round 3. Sua pontuação final na bateria ficou em 17.27.

Recém bicampeão da etapa de Fiji, Medina luta também para ultrapassar Matt Wilkinson no ranking mundial. Se vencer essa etapa, deixa de lado a vice-liderança e assume o topo no lugar do australiano.

Caio Ibelli foi o quarto brasileiro a vencer na primeira fase. Disputando sua bateria com o australiano Joel Parkinson e o francês Jeremy Flores, o brasileiro começou bem, mas não assumiu a ponta. Foi nos instantes finais que conseguiu maior agilidade e conquistou a pontuação necessária para virar Parkinson e Flores, levando a vitória e a vaga na terceira fase. Caio, que vem sendo o melhor estreante da temporada até aqui, fechou a bateria com 15,26.

O Round 2: A segunda chance de classificação

Além das doze baterias do Round 1, quatro baterias do Round 2 também foram realizadas nesta quarta-feira (6). A fase de repescagem conta com os outros seis dos dez brasileiros da elite na disputa: Filipe Toledo, Alex Ribeiro, Wiggolly Dantas, Miguel Pupo, Alejo Muniz e Jadson Andre.

O primeiro a lutar novamente pela vaga no terceiro round foi Alex Ribeiro, que enfrentou o havaiano John John Florence. Alex, mesmo surfando sua melhor onda da etapa, não conseguiu superar o empolgado e cheio de energia John John. O havaiano estava inspirado e fez uma pontuação excelente, complicando para o brasileiro. John John acabou vencendo a bateria com uma alta pontuação de 17,27 contra 11,77 de Alex, que se despediu da etapa.

Filipe Toledo foi o próximo brasileiro a entrar no mar na segunda fase, disputando a bateria com Kai Otton. Filipinho teve bastante trabalho para vencer o australiano, mas se manteve calmo e concentrado. E foi em uma onda pequena para o dia, que realizou potentes rasgadas e um aéreo-reverse na finalização, o que garantiu uma ótima pontuação e sua vaga no Round 3. Kai se despediu da etapa com 14,34 contra 16,54 do brasileiro.

Filipe perdeu no Round 1 por muito pouco para o norte-americano Kelly Slater, que deu mais uma vez um show de surfe, com direito a dois ótimos tubos, superando o brasileiro e o australiano Matt Banting.

As baterias de Alejo Muniz, Wiggolly Dantas, Jadson Andre e Miguel Pupo estão programadas para esta quinta-feira (7). A primeira chamada para a continuação do Round 2 será partir das 2h30 da madrugada, pelo horário de Brasília.

Fiquem ligados, que J-Bay promete ainda muita emoção pela frente!

 

Confira aqui todos os resultados das baterias do Round 1:

Ht1: Mick Fanning (AUS) 13,67 x Alejo Muniz 10,82 x Conner Coffin (EUA) 9,97
Ht2: Italo Ferreira (BRA) 13,33 x Miguel Pupo (BRA) 12,06 x Ryan Callinan (AUS) 8,43
Ht3: Kanoa Igarashi (EUA) 15,64 x John John Florence (HAV) 13,24 x Keanu Asing (HAV) 12,60
Ht4: Adriano de Souza (BRA) 14,76 x Josh Kerr (AUS) 10,80 x Kai Otton (AUS) 7,00
Ht5: Gabriel Medina (BRA) 17,27 x Dusty Payne (HAV) 12,77 x Alex Ribeiro (BRA) 12,27
Ht6: Davey Cathels (AUS) 11,33 x Matt Wilkinson (AUS) 10,33 x Steven Sawyer (AFS) 7,43
Ht7: Filipe Toledo (BRA) 12.00 x Kelly Slater (EUA) 12.26 x Matt Banting (AUS) 9.43
Ht8: Adrian Buchan (AUS) 12.50 x Kolohe Andino (EUA) 14.16 x Jadson Andre (BRA) 12.66
Ht9: Jordy Smith (AFS) 16.43 x Wiggolly Dantas (BRA) 15.10 x Adam Melling (AUS) 9.40
Ht10: Caio Ibelli (BRA) 15.26 x Joel Parkinson (AUS) 13.60 x Jeremy Flores (FRA) 12.90
Ht11: Julian Wilson (AUS) 18.77 x Nat Young (EUA) 7.50 x Jack Freestone (AUS) 10.17
Ht12: Sebastian Zietz (HAV) 17.90 x Michel Bourez (TAH) 9.90 x Stuart Kennedy (AUS) 9.74

 

Baterias do Round 2:

Ht1. Matt Wilkinson (AUS) 8.47 x Steven Sawyer (AFS) 7.93
Ht2. John John Florence (HAV) 17.27 x Alex Ribeiro (BRA) 11.77
Ht3. Filipe Toledo (BRA)16.54 x Kai Otton (AUS) 14.34
Ht4. Adrian Buchan (AUS) 10.50 x Keanu Asing (HAV) 3.87
Ht5. Michel Bourez (TAH) x Ryan Callinan (AUS)
Ht6. Nat Young (EUA) x  Alejo Muniz (BRA)
Ht7. Joel Parkinson (AUS) x Matt Banting (AUS)
Ht8. Wiggolly Dantas (BRA) x Jadson André (BRA)
Ht9. Conner Coffin (EUA) x Adam Melling (AUS)
Ht10. Miguel Pupo (BRA) x Jeremy Flores (FRA)
Ht11. Josh Kerr (AUS) x Jack Freestone (AUS)
Ht12. Dusty Payne (HAV) x Stuart Kennedy (AUS)

Deixe uma resposta

Top