Você está aqui
Home > Futebol > A saga em busca do ouro no futebol

A saga em busca do ouro no futebol

Único título que falta para o futebol brasileiro pode ser enfim conquistado no Rio 

O futebol brasileiro não vem vivendo uma boa fase. Depois da acachapante derrota por 7 x 1 para a Alemanha na Copa 2014, a seleção brasileira não parou mais de descer a ladeira. Eliminada nas quartas de final da Copa América de 2015, depois de uma série bisonha de cobranças de pênaltis, ainda conseguiu a proeza de ser eliminada recentemente na primeira fase da Copa América Centenário.

Porém, o futebol ainda é sem dúvida a paixão nacional, e a torcida brasileira, apesar de desacreditada e temerosa por um novo vexame, espera que a seleção olímpica vá em busca do inédito ouro para então tentar enterrar todos os fantasmas. Neymar e cia podem, enfim, conquistar a tão sonhada medalha de ouro olímpica e ainda de quebra espantar a uruca da não conquista de títulos em casa.

Atual 7ª colocada no ranking da FIFA, a amarelinha penta campeã mundial parece não intimidar mais os adversários. Assim, os meninos do Brasil querem o ouro para trazer de volta o respeito e superar as campanhas anteriores, onde o Brasil conquistou 3 pratas e 2 bronzes nas suas 12 participações olímpicas.

O futebol feminino também segue a mesma saga, tendo conquistado a prata em Atenas (2004) e Pequim (2008) ambas em derrotas para os EUA, não conseguiu decolar e aproveitar o momento para o fortalecimento da categoria no Brasil e hoje amarga sua pior colocação no ranking da FIFA. Mas Marta e cia seguem na busca pela valorização do futebol feminino e quem sabe consigam o tão sonhado ouro.

Para Carlos Alberto Parreira, ex-treinador e campeão mundial, o que acaba prejudicando o Brasil é a dificuldade de se montar o time, pois os clubes não cedem os jogadores para uma preparação, que acaba sendo feita de última hora, diferente dos outros países que acabam se preparando melhor.

Veja aqui depoimento de Parreira e cenas das pratas olímpicas

Na última participação brasileira em 2012, estivemos perto do ouro, chegando na final com o México. Porém, um gol logo aos 30 segundos de jogo desestruturou o time brasileiro, que acabou mais uma vez com a prata.

Com os jogos no Rio em 2016, segue a saga em busca do único título que falta na coleção brasileira. Os adversários da primeira fase já estão definidos e serão, respectivamente, África do Sul, Iraque e Dinamarca. Com os ingressos para as finais esgotados, esperamos ver de volta o brilho da amarelinha no lugar mais alto.

Nas fotos abaixo o contraste da conquista da prata. Para as meninas alegria, para os meninos decepção.

German bronze medallist players (top) anfutebolmeninos

 

 

Deixe uma resposta

Top