Você está aqui
Home > Esportes Olímpicos > Jesse Owens, negro norte-americano, ignora Adolfo Hilter e faz história em Berlim

Jesse Owens, negro norte-americano, ignora Adolfo Hilter e faz história em Berlim

 

Negro norte-americano conquista o lugar mais alto do pódio diante de Hitler
Negro norte-americano conquista o lugar mais alto do pódio diante de Hitler. Alemão Luz Long fica em segundo lugar

Há 80 anos, Jesse Owens deu início à queda do ditador nazista Adolf Hitler. Isso porque nos Jogos Olímpicos de 1936, que foram realizados na Alemanha nazista, o negro norte-americano Jesse Owens, de 22 anos, ganhou quatro medalhas de ouro, marca inigualável até 1984, nas principais provas do atletismo da Olimpíada.

Adolf Hitler encontrou na Olimpíada de 1936, realizada em Berlim, o veículo ideal para propagar suas ideias nazistas e promover a Alemanha mundialmente. Foram investidos milhões na organização dos Jogos, com tudo programado para uma grande festa alemã. Mas a teoria da superioridade da raça ariana, uma das bases do nazismo, ruiu com o negro norte-americano Jesse Owens, um dos maiores heróis olímpicos da história. Ele desbancou os arianos alemães em pleno Estádio Olímpico de Berlim e acabou com toda a propaganda nazista da superioridade racial.

Luz Long e Jesse Owens
Luz Long e Jesse Owens

Um dos alemães desbancados foi Carl Ludwig “Luz” Long, especializado no salto em distância, que ficou com a medalha de prata, após ter dado conselhos a seu adversário. Long, inclusive, não hesitou em cumprimentar o vencedor e, mais tarde, se tornaram grandes amigos.

Jesse Owens foi aclamado por mais de 100 mil pessoas no Estádio Olímpico de Berlim. Muitos berlinenses pediram autógrafos quando o viram na rua. Durante a sua estada na Alemanha, ele foi autorizado a viajar e a se hospedar nos mesmos hotéis que os brancos.

As vitórias em Berlim e o constrangimento causado em Hitler transformaram Jesse Owens no símbolo dos Jogos de 1936. Mas aquela edição da Olimpíada teve outros fatos interessantes como a estreia da corrida de revezamento da tocha olímpica e o fato de ter sido a primeira Olimpíada com cobertura televisiva.

Reação de Hitler
Adolf Hitler como espectador nos Jogos Olímpicos de 1936 (Foto: AP)

Ao retornar para os EUA, o então presidente Franklin Delano Roosevelt recusou-se a receber Owens na Casa Branca. O atleta comentou mais tarde que Roosevelt o tratou pior que Hitler: “Quando voltei de Berlim, continuei não podendo entrar pela porta da frente dos ônibus e continuei não podendo morar onde eu quisesse. Também não pude fazer publicidade de alcance nacional porque não seria aceito no Sul. Hitler não me cumprimentou, mas também não fui convidado para ir à Casa Branca receber os cumprimentos do presidente do meu país”.

Confira aqui o vídeo com a reação de Hitler

 

 

Deixe uma resposta

Top