Você está aqui
Home > Futebol > Fifa > O drama da chamada Data Fifa

O drama da chamada Data Fifa

Rodrigo Caio, do Flamengo, foi um dos convocados de Tite para os amistosos da seleção. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Por Sayonara de Oliveira

A seleção brasileira entra em campo amanhã, 10, bem cedo, contra o Senegal, para mais um amistoso que tem gerado polêmica. São oito convocados atuando em clubes brasileiros, com um total de 29 jogadores desfalcando seus times em duas rodadas do Campeonato Brasileiro.
Muito se falou após Tite divulgar os nomes no dia da convocação. Além dos oito, tem o atacante Marcos Paulo, do Fluminense, que foi convocado pelo sub-19 de Portugal ( para a tristeza dos tricolores, o jovem tem cidadania portuguesa por conta do avô) e mais outros 10 atletas para a seleção olímpica. E para finalizar, mais onze chamados por seis seleções Sul-Americanas. Sem contar com aqueles que irão desfalcar seus clubes no período de preparação para a final da Copa Libertadores, em novembro.

Criada em 2002, a Data Fifa veio com a ideia de fazer com que clubes cedessem seus jogadores às seleções. Isso porque, antes, os clubes se recusavam a fazê-lo – principalmente os europeus, justamente por conta desse desfalque (muitos deles em amistosos, como nessa semana). Levando em consideração toda a logística de deslocamento dentro do território brasileiro durante o Brasileirão mais a ausência para esses jogos que, por vezes não acontecem na América do Sul, o atleta que atua no Brasil (e seu clube) acaba sendo mais penalizado que os outros. O calendário também contribui para isso. O cenário ainda piora para clubes com atletas convocados para o Mundial Sub-17, que vai até meados do mês de novembro. Inclusive, alguns atletas já se apresentaram na Granja Comary, na última segunda-feira, para darem início à preparação para a Copa.

A CBF insiste em dizer que em 2020 o calendário vai melhorar, ainda que com a Copa América inserida no mesmo período do Brasileiro. O motivo disso é que a Confederação não contemplava a inserção da Copa América (que visa ajustar ao calendário mundial) nesse período do ano que vem, mas garante que em 2021 isso não irá se repetir.

Por enquanto, além de lamentar, o torcedor deve ter paciência. Ainda resta a quinta e última Data Fifa para esse ano, programada para o período de 14 a 19 de novembro – o que impacta na 33ª rodada do Campeonato Brasileiro e na semana pré-final de Libertadores – que será única, no dia 23 de novembro. Libertadores essa, que foi bastante valorizada pela Seleção Argentina, pois não convocou nenhum jogador de Boca nem River. Contudo, para o azar do brasileiros, o argentino Kannemann (Grêmio) é um dos relacionados para a AFA.

A polêmica parece longe do fim, principalmente porque o futebol brasileiro vive um grande momento. Estádios novamente lotados, altos índices de audiência e adesão ao sócio-torcedor. Este, claro, que valoriza o fato de ter seu jogador convocado, mas não quando ele vira desfalque nos principais campeonatos do momento.

Deixe uma resposta

Top