Você está aqui
Home > Outros > Bangu, o berço do futebol brasileiro

Bangu, o berço do futebol brasileiro

É inegável a história que o Bangu construiu no cenário nacional. Um clube de operários, onde desde seu início lutou contra o racismo, teve momentos de glória ao conquistar duas vezes o campeonato carioca – 1933 e 1966 – além do título que muitos consideram como mundial:  o International Soccer League, em 1960, disputando com Nice da França, Sporting de Portugal, o campeão inglês da época Burley e o famoso Bayern de Munique. O ano de 1985, quando foi realizada a final do Campeonato Brasileiro, jamais será esquecido: em uma partida contra o Coritiba e, após as penalidades, o time paranaense sagrou-se campeão. Mas, o que quase ninguém considera relevante, é o fato de que existe a forte teoria na qual a primeira partida de futebol do Brasil foi em solo banguense.

Bangu é um famoso bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, conhecido principalmente por suas temperaturas elevadas e por abrigar a Fábrica Bangu, inicialmente fundada com o nome de Companhia Progresso Industrial do Brasil, em 1889. Desde a Primeira Revolução Industrial, as grandes fábricas localizavam-se em um terreno extenso onde os operários moravam em torno, para facilitar a chegada no local; e assim, o bairro de Bangu formou-se com as grandes marcas dos trabalhadores da indústria inglesa e de seu desenvolvimento urbano.

 Em 1894 desembarca ao Rio de Janeiro Thomas Donohoe, um escocês que trabalhava em fábrica têxtil, vindo ao Brasil para se juntar aos outros operários na Fábrica Bangu. Passando por problema financeiro em sua cidade natal, Donohoe veio ao Brasil com a garantia de emprego na nova fábrica, e assim foi feito. Com o football já se espalhando pela Europa, Thomas, um amante do esporte, tendo visto que o lugar jamais tinha ouvido falar de tal prática, pediu para que sua esposa quando viesse ao seu encontro trouxesse uma bola de football. Elisabeth, então, cruzou o Atlântico com seus dois filhos e uma bola.

 Chales Miller, paulista, é considerado como o pai do futebol brasileiro. Em 1895, é disputada uma partida de futebol em São Paulo, que por muitas historiografias foi a primeira no Brasil. Porém, há um debate historiográfico a esse respeito, pois algumas fontes afirmam que um ano antes, em 1884, foi quando a bola rolou pela primeira vez em território brasileiro; vários pesquisadores afirmam tal versão, como por exemplo o historiador Rogério Melo e o artista Clécio Regis. No grande terreno da fábrica Bangu, onde aos domingos era a folga dos trabalhadores, doze ingleses jogaram futebol, com a probabilidade de seis jogadores de cada lado, com as traves improvisadas e sem a preocupação com as regras. Logo, tornou-se rotina nos momentos de folga: lá estavam os operários jogando e, aos poucos, outros estrangeiros e brasileiros acabaram caindo na graça do esporte.

Hoje, a história é adotada por milhares de pesquisadores e extremamente defendida pelos banguenses que, ao entrarem no famoso terreno da Fábrica Bangu, atualmente um shopping, deparam-se com a estátua de Thomas Donohoe, e com a memória que conta o maior feito deste homem. Se foi Charles Miller ou Thomas Donohoe, jamais os historiadores chegarão a um consenso, mas pra quem ama futebol, o sentimento é de agradecimento por terem trazido a paixão nacional para o Brasil, maior vencedor mundial da modalidade.

Deixe uma resposta

Top