Você está aqui
Home > Olimpíadas > Corona Vírus muda o rumo da maior competição esportiva

Corona Vírus muda o rumo da maior competição esportiva

Imagem: Reprodução

Desde sua criação, a Olimpíada nunca havia sido adiada. O efeito coronavírus dessa vez, mudou o rumo da história: Olimpíadas e Paralimpíadas não serão mais realizadas em 2020. A possibilidade de adiar o evento estava sendo levantada nas últimas semanas, mas o decreto só foi estabelecido na manhã desta terça-feira (24), em Tóquio, no Japão. A notícia foi dada pelo primeiro ministro japonês, Shinzo Abe. O Comitê Olímpico Internacional reiterou com uma nota no site oficial do COI.

Um trecho da nota ressaltou que “Em uma reunião muito amigável e construtiva, os líderes elogiaram o trabalho do Comitê Organizador de Tóquio-2020 e observaram o grande progresso que está sendo feito no Japão para lutar contra o COVID-19”. O comunicado ainda afirma que “Os líderes concordaram que os Jogos Olímpicos de Tóquio poderiam ser um farol de esperança para o mundo durante esses tempos difíceis e que a chama olímpica poderia se tornar a luz no fim do túnel em que o mundo se encontra atualmente. Portanto, foi acordado que a chama olímpica permanecerá no Japão. Também foi acordado que os Jogos manterão o nome de Jogos Olímpicos e Paralímpicos Tóquio 2020”.

Até o momento, 178 atletas brasileiros já haviam se classificados para as Olímpiadas. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) tinha a previsão que o número de representantes fossem entre 250 e 300 esportistas. O COI e as federações internacionais ainda não se manifestaram sobre a questão da disputa por vagas olímpicas como por exemplo, se os atletas já classificados terão seus índices zerados, ou se manterão a classificação.

Nas redes sociais, atletas como Gabriel Medina (Surf), Robert Scheidt (Vela), Sheilla (Vôlei), Bruninho (Vôlei), Daniel Dias (Natação) e Diego Hypolito (Ginástica Artística) repercutiram a decisão de forma positiva.

A competição já havia sido cancelada três vezes por causa de guerras: 1916 (primeira guerra mundial), 1940 e 1944 (as duas edições pela segunda guerra mundial).

Vale ressaltar que outros eventos esportivos também foram adiados para o ano que vem, como a Copa América e Eurocopa. Mas aí você se pergunta: e o quando será o evento? Ao que tudo indica,não passará do verão (no hemisfério norte) de 2021.

Deixe uma resposta

Top